sábado, 19 de dezembro de 2015

Noopept: o racetam definitivo - PARTE IV - Visões sobre o Noopept

ARTIGO SUJEITO A ALTERAÇÕES (ACRÉSCIMO DE RELATOS)

DISCLAIMER: O Noopept não é registrado na Anvisa. Exceto sob autorização de um médico, não importe e faça uso dessa substância. Esse artigo tem apenas fins de conhecimento e debate.


Nos últimos artigos sobre o Noopept, demos um mergulho profundo na ciência e na história desse nootrópico singular. Só para refrescar a memória (o trocadilho não é intencional), o Noopept é uma molécula relativamente jovem. Foi desenvolvido na Rússia, no início dos anos 90. Ainda assim, ele é um nootrópico bastante estudado.

Comecemos do começo. Era uma vez os cientistas do Instituto de Farmacologia da Academia de Ciências da Rússia. Eles apostavam em criar uma molécula que parecesse com o popular piracetam. No entanto, nesse jogo de Lego de arquitetar um novo composto químico, os químicos que protagonizam essa história podiam usar apenas peças "naturais".

Eles deviam usar somente aminoácidos. Escolheram dois: juntaram a glicina e a prolina - que guardam algumas semelhanças estruturais com o piracetam - e, para dar liga, adicionaram radicais orgânicos nos extremos da molécula de prolilglicina. A história completa você confere aqui, bem como um dos mecanismos de ação do Noopept: ele se metaboliza em um neuropeptídeo endógeno, a cicloprolilglicina, que está envolvida com a memória.

Pronto: daí, surgiu um nootrópico que logo se mostrou muito poderoso nos estudos clínicos. O Noopept revelou um amplo espectro de benefícios cognitivos e efeitos neuroprotetores. Por exemplo, nos ratos que foram submetidos à falta de oxigênio cerebral (uma analogia ao evento de um AVC, por exemplo), o Noopept foi capaz de aumentar a sobrevivência e restaurar a memória.

Experimentos in vitro ainda desvendaram que o Noopept era capaz de atenuar as manifestações de estresse oxidativo, restaurar a homeostase de íons cálcio (um efeito neuroprotetor - uma vez que o influxo constante de muitos íons cálcio é particularmente neurotóxico), estimular a neurogênese e a manifestação de neurotrofinas BDNF e NGF. Essas últimas duas moléculas são como "fertilizantes cerebrais" e tem um papel de destaque no aprendizado e na memória - pois contribuem para a plasticidade do cérebro. Um bocado a respeito dos efeitos do Noopept, você confere aqui.

Ainda, em primeira mão, eu tive o prazer de apresentar aqui a mais recente descoberta sobre o Noopept. Recentemente, divulgou-se que o Noopept é capaz de aumentar um fator de transcrição chamado de HIF-1. Essa última molécula, por sua vez, é capaz de regular a expressão de vários genes envolvidos na oxigenação dos tecidos do corpo. O que mais chama a atenção, contudo, é que, em testes com ratos saudáveis (grifo em saudáveis) - a indução de um aumento de HIF-1 foi capaz de causar "ganhos permanentes na memória" (segundo grifo em permanente!). As pesquisas em torno do HIF-1, você confere ao clicar aqui.

Agora, chegou a hora de ir adiante - e adentrarmos a parte mais "prática". Como o Noopept age num cérebro saudável - quais são os seus efeitos? A ciência fica restrita aos últimos três artigos - esse aqui será totalmente subjetivo. São relatos, experiências pessoais - e, sim, leia-os com (ainda mais) ceticismo. Os relatos abaixo são apenas para fins de entretenimento - e o blog não endossa o uso do Noopept.


Relatos sobre o Noopept

Relato 1
Primeiro, vou descrever brevemente o que eu senti com o Noopept. Muitas pessoas tem grandes expectativas com os nootrópicos - e pensam que eles constroem megalomaníacos bem-sucedidos do dia para a noite. Bom, eu não entrei para a faculdade de Física Nuclear e nem construí um colisor de partículas nesse tempo que usei o Noopept. Mesmo que você dificilmente me veja ganhando algum Nobel nos anos que se avizinham, isso não significa que o Noopept não tenha me ajudado.

Antes de tudo: pessoalmente, fiz um uso on demand. Dosava cerca de ~ 20 mg de Noopept nos momentos que eu precisava (no estudo, no trabalho...). Não ultrapassei 40 mg por dia. No entanto, o meu uso foi pouco regular (não segui nenhuma agenda, pessoalmente). Não recomendo esse e nenhum outro padrão de dosagem a ninguém - isso cabe a um médico.

Quero começar por uns efeitos que talvez pareçam interessantes, mas inúteis (e eu usei o verbo parecer). Eu já comentei por aqui que o piracetam me deu visão de águia. Bom, o mundo ficou ainda mais nítido com o Noopept. Tal efeito não se sustentou com o uso contínuo. De início, porém, foi algo bem impressionante. Todas as cores ficaram mais vivas.

Eu havia frisado que o efeito apenas parece inútil - porque, bem, não é inteiramente. De certo, não foi a minha íris que sofreu alguma mutação e se tornou mais potente - mas, muito mais provavelmente, o meu córtex visual que estava processando melhor as informações que recebia (leia com doses de ceticismo, de novo).

Quanto a audição, eu não percebi nada de diferente.

Como você verá nos relatos que coletei, é quase unânime: o Noopept tem como efeito colateral o "pavio curto". Pessoalmente, tive o efeito oposto. Tanto que eu literalmente ouvi de pessoas mais próximas que eu parecia "mais relaxado".

E, de fato, eu me sentia num humor muito melhor nas vezes em que eu usava o Noopept. "Euforia" está muito longe do termo certo - o que eu tive foi mais próximo de uma sensação muito grande de bem-estar, uma satisfação talvez demasiada com a vida e, ao mesmo tempo, entusiasmo para cumprir as tarefas do meu dia.

Quanto à memória, eu não senti nenhum aumento na capacidade de aprender coisas novas. Eu já tenho uma habilidade de aprendizado "normal" - apenas não percebi nenhum avanço, nenhuma ampliação cognitiva nesse sentido.

No entanto, o que foi muito notável, para mim, foi o quanto eu lembrava de informações antigas -aquelas que eu aprendi há muito, muito tempo antes do Noopept. Nas aulas, eu conseguia dizer as respostas certas para algumas perguntas muito específicas de assuntos que eu não revisava há anos.

Somente depois que eu já havia respondido, eu percebia: "como eu fui lembrar do ano da Conferência de Bandung?". É, eu só não consigo explicar o porquê informações tão precisas quanto essas apenas "vinham" à mente, rapidamente e sem esforço algum. Confesso que, quando essas memórias antigas emergiam subitamente, de algum recôndito do cérebro, eu me sentia assim:

Eu senti que o Noopept me ajudou um bocado a escrever - o que, é óbvio para você, é algo que eu faço bastante. As palavras pareciam fluir mais rapidamente. E o entusiasmo que o Noopept despertava em mim certamente ajudou na redação.

Não consegui distinguir nenhum efeito estimulante (no sentido de ajudar na vigília). Também nenhum ganho de foco e atenção - mas também não me sentia mais distraído. Apenas normal, mas mais animado. Eu senti dores de cabeça algumas vezes - mas não foi nada forte.

Relato 2
Esse é um relato do Adamo, que me explicou detalhadamente os efeitos que ele teve com o Noopept em algumas semanas, por áudio. Adamo é músico - e descreveu efeitos impressionantes na sua capacidade auditiva. Ele também conta que teve maior facilidade na leitura. Também discute efeitos colaterais como a dor de cabeça. Ouça abaixo:

Relato 3
Eu sempre fui muito ansioso – essa característica me causava um mal gigante e quase tive de ser medicado. A prática de atividades físicas e o uso de remédios homeopáticos parecem ter surtido algum efeito. Ainda assim, a ansiedade continuava a atrapalhar a minha vida. Ao ouvir que a maconha ajudava a relaxar - surgiu a minha vontade de usá-la.

Unindo isso e a influência dos amigos, eu consumi maconha cerca de 3 vezes por dia, durante 2 anos. Comecei a utilizar aos 14-15 anos. Só fui parar aos 16-17 anos. De fato, eu realmente senti uma melhora na ansiedade. Me sinto mais calmo mesmo após o fim do uso.

Mas, por outro lado, se antes do uso eu tinha uma boa cognição, depois do uso crônico de maconha, tive uma diminuição drástica na minha capacidade intelectual. Vários aspectos cognitivos foram impactados pela maconha: a minha capacidade de raciocínio, processamento de informações, fluência verbal e memória. Também fui acometido por uma desmotivação gigante para com tudo, falta de vontade de estudar, de levantar, de sair, de conversar, e coisas do tipo.

Esses dias, eu estava assistindo uma vídeo aula sobre Física, matéria que eu gosto bastante. Normalmente, consigo aprender bem o conteúdo, mas por causa do meu histórico, a minha capacidade de aprendizado se reduziu bastante. Ao assistir ao vídeo, pude perceber que esta capacidade está melhorando – até estou conseguindo raciocinar como antigamente.

Eu já queria algo que pudesse recuperar danos causados por algum tipo de droga e pela oxidação, e então apareceu o Noopept. Basicamente, alguns estudos dizem que a maconha destrói a bainha de mielina, e o Noopept parece estar ajudando a reparar a mesma, visto que tenho raciocinado mais rápido (a bainha de mielina ajuda na velocidade de transmissão dos impulsos nervosos). Bom, estou gostando muito, e espero de coração MESMO que os efeitos de reparação de danos e etc, possam ser mantidos a longo prazo.

- Carlos*

Relato 4

O Noopept é o meu nootrópico preferido - e olha que eu já experimentei vários! Eu notei - especialmente após usar o Noopept diariamente por vários meses (pouco menos que meio ano) - muito mais benefícios do que simplesmente o efeito de melhora cognitivo, que era o que eu procurava quando experimentei-o pela primeira vez.

Primeiro, eu quero falar brevemente sobre os efeitos cognitivos que eu notei. O Noopept, para mim, parece funcionar em vários níveis diferentes. Ele melhora a minha percepção e os meus sentidos de um modo extraordinário.

O que é mais notável é a visão. É como se tanto eu notasse melhor os detalhes e como também se a visão geral se tornasse mais clara. É algo difícil de explicar, mas é um efeito muito perceptível quando eu estou andando num centro urbano, tumultuado, onde há muita movimentação periférica acontecendo. A minha mente parece ser capaz de acompanhar todas essas movimentações de todas as pessoas ao meu redor - mas também capturar os detalhes daquilo em que eu estou focando no momento.

Quando eu comecei a usar o Noopept, eu percebi que passei a examinar de modo minucioso os desenhos e os modelos de calçadas e paredes. Nesse quesito, os detalhes se tornam mais perceptíveis.

Outros sentidos também são afetados pelo Noopept. Meu olfato parece ficar mais aguçado - como se a minha capacidade de distinguir certos cheiros aumentasse. É como se a "definição" olfativa tivesse se ampliado. A audição foi uma das coisas que foi mais claramente afetada quando eu comecei o uso do Noopept, mas, após tanto tempo de uso, já não é algo tão notável assim. No começo, porém, foi bizarro.

Eu experimentei algumas dosagens mais altas (40-50 mg) e eu sinceramente imaginei que eu tinha comprado alguma droga psicodélica por engano. Ao ouvir música, havia uma clara "distorção" e minha mente parecia "viajar" um bocado. Mas nenhuma alucinação aconteceu - de fato, foi muito estranho.

Depois de um tempo, eu concluí que o que havia ocorrido era que eu havia adquirido uma capacidade de "foco seletivo". As aparentes distorções na música eram, na verdade, o resultado da minha atenção mudando de um alvo para o outro rapidamente: ora, focando no ambiente ao meu redor; ora, focando nos meus pensamentos; ora, focando na música de novo. Isso "perturbava" a experiência musical (isso faz sentido para alguém além de mim?).

Depois de alguns dias (com a redução da dose), aqueles estranhos efeitos quase "psicodélicos" diminuíram drasticamente e eu estava mais confiante que o que eu comprara era mesmo o Noopept. Um amigo meu, após experimentar por alguns dias, estava muito surpreso de que havia funcionado (e ele sempre foi muito cético a respeito dos meus relatos com os racetams e outros nootrópicos)! Ele contou que a experiência foi algo como "ter os benefícios cognitivos do LSD, mas sem as alucinações".

Quando o assunto é a memória, eu realmente percebo um efeito forte. Não é como se eu estivesse o tempo todo consciente da minha capacidade de memorização - mas as memórias que eu pensava que estavam há muito tempo perdidas de repente surgem de modo vívido.

Além disso, é muito mais fácil lembrar-me de como eu cheguei em algum lugar - a minha memória espacial é notavelmente afetada. Eu não medi a aprendizagem direta, mas eu tenho todas as razões para acreditar que ela melhorou.

Depois de algumas semanas, algo totalmente inesperado aconteceu. Tornou-se MUITO mais fácil lidar com as pessoas! Para você entender a revolução que aconteceu aqui, você precisa saber que eu sempre tive problemas em entender as regras irracionais das pessoas (os "disfarces sociais") e os comportamentos delas, e, portanto, eu sempre tive dificuldade para aceitá-los.

Além disso, sempre tive problemas para memorizar rostos e entender falas - isso não vem tão facilmente para mim quanto vem para outras pessoas. Isso leva não somente a uma insegurança para lidar com as pessoas (não no sentido de fobia ou ansiedade social), mas numa indisposição para ficar em lugares lotados e para conversar diretamente com outras pessoas - porque, simplesmente, não entendo os comportamentos e as regras às quais eu devo me adequar (é como se fosse um enigma).

Isso tudo mudou DRASTICAMENTE com a dosagem de longo prazo. Eu mais e mais sinto que eu "entendo" os humanos, por assim dizer. Eu não mais tenho a sensação constante de que estou preso num rebanho de animais sem expressão ao visitar locais lotados. Eu também consigo ouvir o que as pessoas estão dizendo ao telefone.

Outro efeito notável está nos meus sentimentos. Eu não diria que os efeitos do Noopept são diretamente eufóricos - mas, definitivamente, ele age assim indiretamente. Eu posso me sentir, do nada, quase chorando de alegria no ônibus por causa das maravilhas que são a mente e o universo. É como se eu percebesse o mundo como uma máquina - e as engrenagens são maravilhosas. Também as pessoas - eu também percebo elas com euforia (alguém me falou algo a respeito do aumento da empatia e do afeto a partir do ecstasy, o que faz sentido).

Outro efeito é o prazer a partir da música. É claro que eu já gostava de músicas, mas agora é algo totalmente diferente. Música (principalmente as orquestras) podem, algumas vezes, parecer como uma boa massagem aos ouvidos (difícil de explicar, mas certamente prazeroso). Além disso, eu sinto que eu ouço todos os instrumentos ao mesmo tempo de modo mais distinto.

Eu ouvi algumas pessoas com experiências de menor libido - e, a certo nível, eu concordo, mas não totalmente. Para mim, eu me sinto menos excitado de modo geral, mas, a partir de algum estímulo, não existe nenhuma diferença (não há impotência, por assim dizer).

Ainda, há uma mudança particularmente notável na quantidade de tempo em que eu passo olhando para mulheres bonitas ao sair na rua, por exemplo. É como se eu entendesse melhor - e apreciasse mais - a beleza e a sexualidade do gênero que me atrai.

Quanto às dosagens em longo prazo, eu acredito que fazer pausas aos fins de semana parece ser suficiente (ou seja, usar 5 a cada 7 dias por semana). A tolerância certamente surge, mas particularmente não acredito que isso venha de um resultado de menor sensibilidade à droga - mas, sim, de uma habituação da mente. Eu geralmente faço essas pausas porque os efeitos na segunda-feira se tornam mais intensos (com a vontade de chorar no ônibus e tudo) e para limitar uma possível tolerância (embora eu ache que seja perfeitamente possível para o uso diário, sem pausas).

Há um claro efeito colateral, porém, e ele é a irritabilidade. Eu, assim como muitos outros, notei uma irritabilidade especialmente direcionada a outras pessoas. Eu não tenho muitos problemas com isso, e é um efeito colateral facilmente aceitável diante dos tantos benefícios.

Eu acredito que essa irritabilidade venha de um aumento na percepção (real ou não) da inteligência - e, portanto, uma irritação direcionada àqueles menos afortunados (no início, eu às vezes tinha ondas de raiva diante de estupidez - agora, não sinto mais isso). Outra motivo provável é que o foco é mais intenso - e a irritação vem das distrações (que geralmente são causadas pelas outras pessoas). Eu estou feliz em dizer, porém, que com o uso ao longo dos dias, é algo fácil de controlar.

Ao longo do tempo, eu percebo um efeito crescente, porém (efeito oposto ao da tolerância). Claro, eu não percebo muitos dos "efeitos imediatos" a essa altura, mas certamente o Noopept persiste e acumula-se - o que é algo notável quando eu comparo meu mindset hoje àquele de antes de eu começar esse experimento. Eu acredito completamente que o Noopept está causando algumas mudanças permanentes no meu cérebro.

Eu creio que isso tenha a ver com o acúmulo de fatores neurotróficos (BDNF/NGF), mas eu não tenho nenhuma fundamentação científica para afirmar isso. No entanto, isso explicaria tanto o efeito cumulativo quando os efeitos permanentes que eu percebo, assim como a euforia inicial (também, muitas vezes, relatada por usuários de cerebrolysin [fármaco que estimula fatores neurotróficos, usado em alguns países para tratar as sequelas do AVC]).

Eu certamente não digo que o Noopept perde o efeito ao longo do tempo, mas, sim, ele é certamento menos perceptível. Isso faz sentido para mim, porém, porque nós queremos principalmente  uma diferença e não um estado estático ou um efeito cumulativo muito gradual. 

Resumindo tudo: é uma sensação geral de experimentar uma existência superior. É como se a minha mente e eu estivessem mais "lá", no ambiente e no mundo como um todo. Eu vivo, sinto e experimento mais coisas por assim dizer. Se quando você está bêbado é como experimentar um nível inferior de existência (eu sinto que seja), o Noopept é exatamente o oposto.

Ah, as doses que eu estou tomando (em 95% dos casos) é de ~ 30 mg diariamente, pela manhã.


*Nome fictício para preservar a identidade do autor

Conheça 16 nootrópicos a fundo


Vale a pena se aprofundar nos nootrópicos. Além do Noopept, existem muitas outras substâncias que se mostram promissoras e surpreendentes em aumentar a cognição de pessoas saudáveis. Elas são exploradas em detalhes no meu e-book, o Turbine Seu Cérebro, voltado para todos aqueles que valorizam o bom desempenho intelectual.

Além de lhe oferecer as minhas experiências pessoais com os nootrópicos, eu também mostro os vereditos da ciência sobre 16 desses fármacos: como eles atuam no cérebro e em que situações eles são úteis. Tudo isso numa linguagem muito agradável e de fácil entendimento.

Discuto o papel da nutrição, dos exercícios físicos e da qualidade do sono no poder cerebral. Também apresento você a "smart drugs".

Clique aqui para saber mais sobre o e-book.

36 comentários:

  1. Gostei bastante dos relatos, qual site você usou para comprar ? Ele é taxado quando chega no Brasil ou tem algum problema com a PF?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caio, importar produtos sem registro não é crime, caso seja para consumo próprio (isto é, pequenas quantidades). Mas é necessário atentar para questões de saúde (a atitude será prudente se for feita com o consentimento de um profissional capacitado).

      Há o risco de, no máximo, o produto não passar na alfândega.

      Excluir
    2. Já vi em vários sites a dose com 10mg, o valor varia bastante, tem site algum confiavel para me recomendar ?

      Excluir
  2. Para memoria e raciocínio o ;o bacopa monniere ou o noopept seriam melhor opção ?Digo porque minha memoria e meu raciocínio estão estão muito fracos e ruins e eu tenho 23 anos só !E por isso queria sua opinião de qual dos dois são mais eficazes para que da próxima vez que for ao psiquiatra eu sugira os mesmos a ele !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oxiracetam é ótimo para memória!

      Excluir
    2. Usa o fisioton rhodiola rosea com Stavigile... Lembrando que o fisioton nao precisa de receita mas o Stavigile é tarja preta... Então vai em um psiquiatra e joga a real pra ele..
      Diz que vc quer pq está sem foco e vc precisa estudar ou algo assim.

      Excluir
  3. E ai,Matheus tudo bem? Estou procurando por nootrópicos e sinto que o Noopept será o protagonista dessa história. Há de alguma forma outra maneira de eu conseguir entrar e contato com você? Saberia me dizer com quem ou onde eu consigo importar o mesmo? Ah, e parabéns pelo blog!Ótimos posts. Abraço Iago.
    Se puder me envie um email se assim preferir: machadoprevest@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá, Matheus. Você já ouviu falar sobre o: soro do leite, mais conhecido como o soro da memória? Estive lendo sobre o pouco que achei na internet e me parece ser bem interessante. O que você acha?

    ResponderExcluir
  5. Matheus quero comprar, mas os sites não enviam para o Brasil. O que posso fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. amigo, envia sim. eu comprei pela jl nootropics, e tambem pela newstart nootropics. tudo sem problema. apenas tem q pagar receita.

      Excluir
    2. Não achei nos lugares referidos.
      O único lugar que achei para comprar é no link abaixo porem nao tenho certeza se é o mesmo noopept pois o vidro é diferente.

      http://www.amazon.com/Serious-Nutrition-Solution-Noopept-Capsules/dp/B00Z7XU3AW%3FSubscriptionId%3DAKIAJI374GNWJQXKGB2Q%26tag%3Dregisclean01-20%26linkCode%3Dxm2%26camp%3D2025%26creative%3D165953%26creativeASIN%3DB00Z7XU3AW

      Excluir
  6. Bom dia,
    gostaria de comprar este nootropico, alguém ja comprou? onde eu consigo? qual site?
    obrigado

    ResponderExcluir
  7. Matheus, parabens pelo seu blog ! Estou tambem fazendo minha pesquisa e experiencia relacionada a estes assuntos. Comprei noopept e estou utilizando. Constato um aumento de concentracao e alteracao da nocao do tempo, melhora de raciocinio e em alguns casos diminuicao de ansiedade e outros. So que nao estou dosando corretamente porque nao tenho balanca micrometrica. Acontece que tenho frequentemente dor de cabeca relacionada ao uso do noopept. Acredito que se deve a deficit de colina.
    Ai vi que voce fez uma postagem relacionada a colina. Queria saber quais opcoes economicas existem no Brasil para comprar e ter uma boa suplementacao de colina. Alguns falam de Epocler, outros de Alpha-GPC (carissimo) outros de comer ovos, etc... Voce teria indicacoes mais concretas, sites ou formas de comprar facilmente aqui no Brasil, e basicamente uma stack eficaz para uso otimo do noopept ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia Patricio,
      tudo bem?
      Cara me ajuda, estou querendo muito o noopert porem nao sem onde comprar(site?) e nem como, você poderia me orientar ?
      Muito obrigado

      Excluir
    2. Eu comprei em 2 sites dos USA: JL Nootropics e New Star Nootropics (recomendado, link: https://newstarnootropics.com/ ). Comprei pela internet, paguei (acho) pelo Paypal, chegou no Brasil em aproximadamente 15 dias uteis aqui em Brasilia pelo menos.

      Excluir
    3. Patricio procure sobre choline jarrow

      Excluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Olá, meu nome é Ricardo, tenho 36 anos, e desde os 19 com transtorno bipolar tipo 1, já fui internado 3 vezes, e faço uso atualmente de lithium e Depakene, ocorre que quando se esta em estado de euforia, as sensações são bem parecidas como as descritas com o Noopept, porém com um grande desgaste físico e mental, e comportamento inadequado, bem inadequado por sinal, será que o Noopept, pode me ajudar como vi em seu outro post, fazendo com que eu guarde as informações e consiga me manter tranquilo com sono sadio e melhor ainda, sem comportamentos inadequados e vícios, pois posso dizer com segurança, as sensações em estado de euforia são muito parecidas e satisfatórias, experiências incríveis, porém paguei um preço alto por isso, será que meu psiquiatra concordaria em me receitar essa droga? agradeço desde já se puder me ajudar pois fiquei muito interessado. Obrigado e parabéns pelo brilhante blog.

    ResponderExcluir
  10. A questão que me parece relevante, é que tudo tem seu preço, será barato ou caro?

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde Matheus,

    Estou gostando muito do blog,

    Gostaria de propor uma parceria porém não consegui achar seu e-mail.

    Se estiver interessado, contate-me em lwmello@gmail.com

    Desde já agradeço,

    Lucas

    ResponderExcluir
  12. Estou usando o noopept a quase uma semana e não senti nenhuma mudança, queria saber se o efeito é imediato ou demora um certo tempo pra começar a sentir algo?

    ResponderExcluir
  13. Matheus parabéns pelo blog, muito bom!!
    Como funciona a combinação de noopept com colina? Qual colina e qual marca de CxB posso tomar?

    ResponderExcluir
  14. Existe um produto de nome parecido no Mercado Livre. seria o mesmo produto (http://lista.mercadolivre.com.br/suplementos/noopept)? Alguém saberia se é confiável comprar? Obrigado se alguém se dispor responder!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Matheus. Eu comprei o noopept, mas estou apreensiva de tomar. Será que vicia se eu decidir parar?

    Luiza

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiza, vc comprou por onde?
      Emanuela

      Excluir
    2. Noopept não vicia, pode tomar de boa

      Excluir
  16. Vendo NOOPEPT (Star Nootropics) !!!!
    10g (rende aproximadamente 1.000 doses) 50,00 reais
    5g (rende aproximadamente 500 doses) 25,00 reais
    Um dos melhores notrópicos!!!
    Envio para todo o Brasil.
    E-mail para contato: kikasantos387@gmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duvido que esse vendedor não seja uma farça... Eu cansei de caloteiros....

      Excluir
  17. Olá pessoal, alguém sabe qual a dosagem certa?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  18. Eu ja usei Noopept.. No começo é o bixo, depois seu corpo se acostuma e parece q vc esta tomando água..Tem q tomar cuidado pq dai em diante começa a vontade de tomar as dosagem maiores, mas a pessoa esta elétrica mas nao percebe e pode ser um risco.. Cuidado com as dosagem, durma de 8 a 10 horas por dia e tomem bastante agua e vivam bem com apenas a dose minima.. é minha dica, obrigado e desculpem qualquer coisa...

    ResponderExcluir
  19. Matheus qual sua Rota de administração preferida? eu to usando intranasal e quero testar sublingual

    ResponderExcluir
  20. Matheus, boa noite!! Comprei o Noopept na Star Nootropics e queria saber se você teve algum problema na alfândega e quanto tempo demorou, mais ou menos, para chegar.
    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá monique, estou interessado em comprar, cobraram alfandega pelo seu?

      Excluir
  21. Estou usando o noopept a 15 dias e já sinto várias mudanças de foco, concentração, visão e audição, já tinha usado o piracetam (3 comprimidos ao dia durante dois meses depois parei) e tinha gostado bastante sentir uma melhora no rendimento dos estudos e no tempo sentado estudando sem perde a concentração, porém com o noopept os efeitos são bem mais fortes, já estudo a muito tempo, já passei em alguns concursos e agora estava um pouco sem foco e concentração, agora estou usando o noopept (uso sublingual 3x ao dia cerca de 10mg por dose) e sinto uma diferença incrível nos estudos, estou lendo e tudo fica claro mesmo estudando assuntos que nunca tinha visto e de difícil compreensão. Quem é adepto a nootrópicos o noopept é uma boa junto com a colina, importei do STARNOOTROPICS dos EUA. Queria relatar também que a audição foi a mudança mais incrível que percebi com o uso do noopept. Quem quiser trocar informação sobre Nootrópicos meu e-mail é punhise_11@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. Saca só um pre treino com noopept na formula https://www.lojamaromba.com/pre-treinos/dust-extreme-30-doses-blackstone-labs/

    ResponderExcluir